Arlen Santiago homenageia Asthemg pelos seus 23 anos

A noite de segunda-feira (13/11), na Assembleia Legislativa de Minas Gerais – ALMG, foi marcada por reconhecimento, emoção, música e alegria durante a Reunião Especial, requerida pelo deputado estadual Arlen Santiago, em homenagem aos 23 anos da Associação Sindical dos Trabalhadores em Hospitais de Minas Gerais – Asthemg.

A Associação foi criada em 1994 por trabalhadores da rede pública da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais – Fhemig e tem como objetivo lutar pelos direitos dos trabalhadores e por melhores condições de atendimento à população.

Arlen Santiago exaltou o trabalho realizado pela entidade, o poder de mobilização e agradeceu pela parceria, principalmente nos anos em que presidiu a Comissão de Saúde da ALMG. “Em dois anos de parceria intensa com a Asthemg, se não conseguimos atingir tudo aquilo que buscávamos, temos a consciência dos avanços obtidos em várias das reivindicações, seja em relação à melhoria trabalhista, seja em relação à satisfação dos usuários. Lutamos o bom combate. Tivemos grandes embates em memoráveis reuniões e audiências públicas da Comissão, sem descambarmos para o subterrâneo da política”, afirmou o deputado.

O diretor da Asthemg, Carlos Augusto dos Passos Martins, agradeceu ao deputado Arlen Santiago pela homenagem e afirmou que para ele é um grande orgulho ter o reconhecimento do esforço, da dedicação e do trabalho construído ao longo dos 23 anos. Ele ainda destacou a importância de todos os envolvidos no processo de construção e consolidação da Associação. “A Asthemg, desde a sua criação, sempre foi um grupo de pessoas. A nossa capacidade de conquista, de luta, de sobreviver às adversidades, acontece exatamente por isso, nós nunca fomos um. Nós nunca fomos um sindicato, uma associação ou uma pessoa. Chegar aqui hoje, depois de 23 anos, nessa situação de ser homenageado pela ALMG, esta Casa que tanto viemos para pedir apoio ou, às vezes, até para brigar com os deputados, nos causa muito orgulho. Estarmos aqui dentro do Plenário e não lá nas galerias é muito gratificante. Gostaria que todos os que construíram esse movimento estivessem aqui agora”, declarou Carlos Augusto.

Arlen Santiago aproveitou para agradecer ao diretor Carlos Augusto, ao José Eduardo da Silva, representante das colônias de Hanseníase e à Mônica Abreu, ativista dos Direitos Humanos, por terem se tornado parceiros imprescindíveis da Comissão e, principalmente, pela isenção político-partidária. “Ao contrário da maioria das entidades representativas do setor público, a Asthemg se mostrou plural, sem aparelhamentos partidários. Suas lutas, às quais a Comissão de Saúde se juntou, sempre foram transparentes e objetivas, como devem ser as de todas as entidades. Não importa qual é o governo, ela defende os funcionários, defende os hansenianos e defende, principalmente, a população mais carente”, reconheceu o parlamentar.

A reunião foi encerrada com a apresentação musical de representantes do Projeto Aglomerô, que animou os convidados e finalizou com chave de ouro a noite de homenagem.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *